09h58

Parceria com BNDES permitirá implantação de nova fábrica de farinha de mandioca

Unidade será uma das mais modernas do Brasil e terá suas instalações no município baiano de Presidente Tancredo Neves

Compartilhe
Tamanho do texto

Uma das mais modernas fábricas de farinha do País será instalada na sede da Cooperativa dos Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan). A conquista do investimento para a construção é resultado de um Acordo de Cooperação Técnica e Financeira entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Fundação Odebrecht.

Firmado em 2009 e com execução de seis anos, o Acordo contempla investimentos em ações sociais, produtivas, ambientais e de capacitação voltadas para o Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), fomentado pela Fundação Odebrecht e parceiros públicos e privados.

A Coopatan é uma das instituições ligadas ao PDCIS e busca garantir renda e qualidade de vida aos associados, além de ofertar produtos de qualidade aos parceiros sociais e clientes. A cooperativa atua com cultivos de mandioca e fruticultura e, em 2012, inaugurou sua Unidade de Pré-Beneficiamento de Frutas. Os cultivos de mandioca são beneficiados e transformados em farinha. “Nossa atuação é essencial ao fortalecimento da cadeia da mandioca e fruticultura na região”, ressalta Juscelino Macedo, Coordenador do Negócio Mandioca e Fruticultura.

A nova fábrica de farinha irá contribuir para a promoção do desenvolvimento integrado e sustentável, fortalecendo a produtividade e ampliando a renda mensal dos associados. Para sua implantação, foi destinado o valor de R$ 5.791.086,09.

Segundo Macedo, a estimativa é que a obra esteja concluída em um ano. “Além do aumento da renda média mensal em R$ 640,00 para os cooperados, teremos um incremento significativo no número de associados à Coopatan. Acreditamos que em quatro anos a fábrica possibilitará agregar mais de cem novos cooperados”.

A produção por meio da fábrica atenderá às exigências para certificação de marcas próprias como as das grandes redes de supermercados parceiras do PDCIS que comercializam os produtos em suas lojas.

O apoio do BNDES também já tornou possível a construção da sede do Centro de Formação Profissional Construir Melhor, em Valença, e aquisição de máquinas, implementos agrícolas e veículos para a Cooperativa dos Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia. Além disso, foram disponibilizados recursos para reforma e ampliação das Casas Familiares Rurais de Igrapiúna (CFR-I) e Agroflorestal (Cfaf), unidades de ensino que oferecem formação voltada para a realidade do campo no Baixo Sul da Bahia.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital