13h38

Fundación Fidal entrega Estatueta NÔUS à Fundação Odebrecht

Reconhecimento foi recebido durante cerimônia do Prêmio Nacional e Latino-americano de Excelência Educativa em Quito, no Equador

Compartilhe
Tamanho do texto


Estatueta NÔUS foi entregue pela Fundación Fidal, em cerimônia no Equador
 

Símbolo da capacidade humana em conhecer uma realidade e transformá-la de forma a contribuir com o desenvolvimento social, cultural e educacional, a estatueta NÔUS foi concedida à Fundação Odebrecht como reconhecimento às ações fomentadas no Baixo Sul da Bahia. Originalmente grega, a estatueta representa a capacidade de superação das dificuldades e foi entregue durante cerimônia do Prêmio Nacional e Latino-americano de Excelência Educativa, que aconteceu no dia 9 de abril, em Quito, no Equador.

Vinte e seis iniciativas nacionais e internacionais foram premiadas pela Fundación Fidal, que atesta o esforço e a inovação do professor equatoriano e latino em seu trabalho diário. Além disso, foram contempladas personalidades mundiais que se destacam na contribuição social e educacional e promovem mudanças em seus países.

A Fundação Odebrecht, instituidora do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), foi reconhecida por sua atuação. Com o apoio de parceiros públicos e privados, o PDCIS promove ações que privilegiam o jovem e sua interação com a família, visando transformar a realidade de comunidades da zona rural.

“Nosso sistema inovador de Governança Participativa cria um espaço sinérgico e colaborativo para concepção de iniciativas sociais, trazendo benefícios para todas as partes envolvidas”, afirma Mauricio Medeiros, Presidente Executivo da Fundação Odebrecht. Representando a instituição durante a cerimônia, Medeiros recebeu a premiação das mãos do Embaixador do Brasil no País, Fernando Simas.

Representantes da Odebrecht no Equador também estiveram no evento. Entre eles, José Conceição, Diretor-Superintendente, Lennon Almeida, Gerente de Comunicação, Honório Brito, Diretor de Sustentabilidade, e Geraldo Souza, Responsável pelo Programa Administrativo-Financeiro.


Representantes da Fundación Fidal durante passagem pelo Baixo Sul 


As ações em andamento promovem o desenvolvimento simultâneo dos Capitais Produtivo (Geração de trabalho e renda), Humano (Educação do campo de qualidade), Social (Construção de uma sociedade mais justa e igualitária) e Ambiental (Conservação dos recursos naturais).

No mês de março, a Presidente da Fundación Fidal e ex-Presidente da República do Equador, Rosalía Arteaga, esteve no Baixo Sul para conhecer instituições ligadas ao PDCIS. Durante a visita, ela relatou que se sentiu emocionada ao ver que, no Brasil, ações buscam promover o desenvolvimento humano. “Os jovens representam o futuro da nação, por isso esse compromisso é de extrema importância”, destaca.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital