15h03

Projeto Círculos de Leitura forma novos protagonistas

Conheça ação que busca ampliar o conhecimento e já estimulou mais de 3 mil estudantes de escolas públicas a interpretarem obras da literatura mundial e a refletirem sobre os temas propostos

Compartilhe
Tamanho do texto


Renata Argolo é uma das jovens que multiplicam o prazer pela leitura

“A leitura nos permite conhecer outros mundos e desenvolver capacidades que nem sempre imaginamos ter”. Dessa forma, Renata Argolo, 17 anos, moradora da comunidade de Moenda, município de Presidente Tancredo Neves (BA), define a importância do que ela mais gosta de fazer: ler e incentivar outros jovens a seguirem o mesmo caminho.

Renata é uma das multiplicadoras do projeto Círculos de Leitura, que já beneficiou mais de 3.000 crianças e adolescentes de escolas públicas e Casas Familiares Rurais localizadas nos municípios do Baixo Sul da Bahia. O método idealizado por Catalina Pagés - filósofa e psicanalista espanhola, atual supervisora do Instituto Fernand Braudel (IFB) -, apoia a formação reflexiva, ampliando o conhecimento em grupo de obras literárias. Com isso, desenvolve a visão solidária, responsável e transformadora.

O projeto é difundido na região do Baixo Sul da Bahia desde 2008 pelo Instituto Direito e Cidadania (IDC), com unidade nos municípios baianos de Presidente Tancredo Neves, Valença, Camamu e Nilo Peçanha. A instituição está ligada ao Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), fomentado pela Fundação Odebrecht com o apoio de parceiros públicos e privados. “O exercício constante das ideias contidas nos livros desperta os estudantes para a ética da relação, os preparando para atitudes diferenciadas e ações de cidadania ao longo de suas vidas”, assegura Maria Celeste Pereira, Diretora Executiva do IDC.


 Mais de 3 mil jovens já participaram da iniciativa que busca ampliar o conhecimento


Em 2014, o IDC conta com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Nilo Peçanha para acompanhamento das ações realizadas nas escolas locais. Aplicado por 24 adolescentes com perfil de liderança, o Círculos de Leitura irá beneficiar direta e indiretamente 300 crianças e adolescentes ao longo do ano.

Guilherme Bonfim, 10 anos, é aluno da Escola Nair Lopes, localizada em Nilo Peçanha, e conta que o projeto promove uma nova visão para os beneficiados. “É uma forma diferente de trazer histórias educativas e estimular a leitura. Quero no futuro ser um dos multiplicadores do projeto”, diz.

 Para Renata, as pessoas que tem acesso à iniciativa percebem sua importância. “Aqui na região temos pouco estímulo à leitura e quando se abre esse mundo, passamos a refletir e desenvolver talentos antes escondidos nas rotinas das salas de aula”.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital