13h44

ONU interage com instituições do Baixo Sul

Veja como foi a passagem do representante das Nações Unidas, José Manuel Sucre, e do educador Francisco Longo, que permitiu troca de experiências com jovens e agricultores da região

Compartilhe
Tamanho do texto

No período de 12 a 20 de maio, uma série de encontros entre parceiros e comunidades beneficiadas pelo PDCIS - Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia – foram realizados para compartilhar experiências e os principais resultados e desafios desta iniciativa. Representantes da Organização das Nações Unidas (ONU), Governo Estadual da Bahia, Exército Brasileiro, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Fundação Odebrecht, líderes do PDCIS e prefeitos dos municípios envolvidos no Programa participaram das discussões.
 


No Baixo Sul da Bahia, visitantes compartilharam experiências com jovens e cooperados


Em 2010, por meio do Prêmio ao Serviço Público das Nações Unidas, a ONU reconheceu as ações desenvolvidas no Baixo Sul da Bahia pela contribuição na melhoria e eficiência da administração pública. “Os Objetivos do Milênio estão combinados em uma só iniciativa de forma harmônica e trabalharemos para mostrar ao mundo este modelo”, pontua José Manuel Sucre, Gestor do Programa Divisão para a Administração Pública e do Desenvolvimento (DPADM) do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais (DESA) das Nações Unidas.

Os encontros buscaram fomentar discussões acerca da expansão das ações em andamento, fortalecimento do esforço público no PDCIS e intercâmbio com as instituições. Francisco Longo, Diretor do Instituto de Governança e Gestão Pública da Escola Superior de Administração e Direção de Empresas (Esade), em Barcelona, também participou das discussões e esteve na região do Baixo Sul da Bahia. O educador pontuou que a utilização racional dos recursos públicos é um dos maiores desafios do Brasil. “O governante tem quer ter foco e capacidade para definir prioridades que tragam benefícios para toda a comunidade. Temos aqui um exemplo de sucesso”, sinaliza Longo.

 


Representantes da ONU, SEBRAE, Exército Brasileiro e instituições do PDCIS durante
reunião no Edifício Sede da Odebrecht


Para o General Lauro Luís Pires da Silva, Diretor de Patrimônio Imobiliário e Meio Ambiente (DPIMA) do Exército Brasileiro, “a base de tudo está na família e esse é o grande diferencial do PDCIS, que a valoriza na sua origem e com o seu trabalho”.

Em passagem pelo Baixo Sul, a comitiva foi recebida por jovens estudantes das Casas Familiares e cooperados. “O PDCIS é um experimento exitoso em que todos conseguem contribuir e encontrar novas oportunidades”, destacou Sucre na ocasião.

Maria Celeste Pereira, Diretora Executiva do Instituto Direito e Cidadania (IDC), afirma que o encontro também proporcionou a troca de experiências referentes ao futuro projeto de democratização do acesso à justiça, que será desenvolvido pelo Instituto no Baixo Sul. “A semana foi marcante no que diz respeito à prática da governança, pois proporcionou intercâmbio com a ONU e parceiros, entre eles o Ministério Público e o Tribunal de Justiça da Bahia”.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital