08h27

Encontro Internacional de Educação destaca Casas Familiares Rurais do Baixo Sul da Bahia

Evento foi realizado nos dias 5 e 6 de setembro, no Rio de Janeiro, com a presença de especialistas na área e apresentou casos de sucesso no Brasil

Compartilhe
Tamanho do texto

Uma discussão sobre educação com o objetivo de instigar o debate, compartilhar visões e experiências inovadoras, bem-sucedidas na aprendizagem e que sirvam de inspiração para a necessária transformação do cenário atual da educação brasileira. Essa foi a essência do Encontro Internacional de Educação 360 que aconteceu nos dias 5 e 6 de setembro, na Escola Serviço Social do Comércio (Sesc) de Ensino Médio, no Rio de Janeiro. O Encontro foi realizado pelos jornais O Globo e Extra, em parceria com o Sesc e prefeitura do Rio, com apoio do Canal Futura.

Entre conferências magnas proferidas pelos cientistas sociais Edgar Morin e Pierre Levy, palestras e exposições, uma das mesas de estudos de caso trouxe como tema o impacto das Casas Familiares Rurais na zona rural do Baixo Sul da Bahia que utilizam a metodologia da Pedagogia da Alternância - os jovens, filhos dos agricultores familiares, passam uma semana em período integral, com aulas na sala (teórica) e no campo (prática), e duas na propriedade da família, aplicando novos conhecimentos. Estas unidades de ensino ministram cursos de Educação Profissional do eixo tecnológico recursos naturais (agropecuária, agronegócio e florestas) e fazem parte do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), fomentado pela Fundação Odebrecht com o apoio de parceiros públicos e privados.


Evento contou com a presença de especialistas na área de educação


No evento, Joana Almeida, Assessora Educacional da Fundação Odebrecht, apresentou o desafio do PDCIS, com foco nas ações que visam a formação de empresários rurais. “Buscamos que os alunos estejam sempre integrados, simultaneamente, com a família, a escola e a comunidade, uma vez que, dentro da estrutura metodológica aplicada, eles não se afastam do ambiente educativo. O currículo integrado foi criado para atender essas necessidades, no qual as alternâncias temáticas são integrativas, não se limitam a uma sucessão de tempos de formação prática e teórica nos diferentes espaços, mas realizam uma estreita conexão e interação entre os dois, além de um trabalho reflexivo sobre a experiência”, esclarece. De acordo com Joana, o intuito é formar jovens empresários rurais protagonistas de seu destino. “Queremos potencializar as riquezas que eles possuem no campo e promover o desenvolvimento na agricultura”. Apenas em 2014, mais de 90 estudantes concluirão a formação, que dura três anos.

Exemplo do resultado alcançado, Benivaldo dos Santos, 26 anos, técnico em agropecuária, ex-aluno da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), também participou do evento e contou que na instituição encontrou oportunidades que influenciaram o seu modo de pensar e agir e foram transformadas em resultados. “Hoje sou referência na região e devo isso à disciplina e aos valores éticos que aprendi”. Ele complementa que, com o fim do curso, em 2010, deu continuidade aos cultivos e se tornou associado da Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan). “Assim tenho destino certo para minha produção e tenho maior retorno financeiro”, finaliza.

Para Sandra Sanches, diretora executiva de O Globo, o Educação 360 foi mais um importante capítulo no incentivo à qualidade do ensino e da aprendizagem no País. “A iniciativa passa a fazer parte do nosso calendário de eventos, reforçando nosso compromisso em informar e formar leitores e cidadãos”, pontua.

Clique aqui e confira vídeos exibidos no programa Aprovado, da Rede Bahia, sobre a pedagogia da alternância.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital