08h42

Novas oportunidades no campo

Iniciativa da Casa Familiar Agroflorestal tem como objetivo gerar trabalho e renda para jovens empresários rurais

Compartilhe
Tamanho do texto

Oito jovens da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) encontraram oportunidade para mudar suas histórias no município de Nilo Peçanha, Bahia. Eles escolheram a agricultura como negócio, mas tinham a mesma dificuldade: faltava terra para colocar em prática os conhecimentos adquiridos na unidade de ensino.

Até 2015, com o apoio da Cfaf, estes estudantes desenvolverão projetos agrícolas em dois hectares do Condomínio Agroflorestal, localizado na Fazenda Fonte da Prata. “O objetivo é a geração de trabalho e renda, criando oportunidades para o desenvolvimento de jovens empresários rurais, minimizando um fator limitante para seu crescimento”, afirma Rita Cardoso, Diretora Executiva da Cfaf.

José Renildo Correia, 19 anos, está no 3º ano do Curso de Educação Profissional Técnico em Florestas integrado ao Ensino Médio e participa da iniciativa em parceria com seu irmão, Jason Arquias, 17 anos, também 3º ano. “Onde vivemos com nossos pais, não dispomos de área para plantio. Com essa oportunidade, tudo mudou”, diz Renildo.

Os irmãos vivem na comunidade de São Benedito e, no Condomínio, cultivam feijão e banana tipo terra em consórcios  e já implantaram um apiário - conjunto de colmeias utilizadas para criação de abelhas e produção de mel. Jason conta que a partir de maio do próximo ano eles terão resultados. “Nossa renda média será de R$ 2 mil somente com a primeira comercialização e, no futuro, queremos adquirir nossa própria terra”.

Romildo Oliveira, Coordenador de Projetos da Cfaf, esclarece que a colheita de banana de José Renildo e Jason será distribuída por meio da Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), assim como dos outros estudantes que implantaram projetos. O mel e o pólen serão enviados para a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), parceira da unidade de ensino, que será responsável pela comercialização.

“A proposta do Condomínio é incrementar uma formação humana, técnica e empresarial diferenciada, criando resultados relevantes para que eles possam adquirir suas próprias áreas para plantio”, pontua Oliveira.

A Cfaf e Coopatan estão inseridas no Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), fomentado pela Fundação Odebrecht em parceria com instituições públicas e privadas.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital