11h23

Construindo a Sustentabilidade

Projetos da Organização de Conservação da Terra integram ações ambientais sinérgicas para o desenvolvimento e crescimento sustentável da APA do Pratigi. Em 2014, um total de 6.878 hectares de área foram conservadas na região.

Compartilhe
Tamanho do texto

Em 2014, a Organização de Conservação da Terra (OCT) ampliou o número de parceiros e, por meio de seus projetos, manteve forte sua missão: coordenar e integrar ações ambientais sinérgicas necessárias ao desenvolvimento e crescimento sustentável. Inserida no Pacto de Governança do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS) - iniciativa fomentada pela Fundação Odebrecht e parceiros públicos e privados -, a OCT atua na APA do Pratigi. No ano passado, beneficiou 1.045 unidades-família, que agora conciliam o trabalho e renda com a conservação e valoração dos recursos naturais.

Gerson Costa, da comunidade Mata do Sossego, município de Igrapiúna (BA), é um dos agricultores que aprendeu a importância de preservar para as próximas gerações. Por meio do Programa de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que integra os projetos Produtor de água Pratigi e o Carbono Neutro Pratigi, ele e outros produtores locais contribuíram com o reflorestamento de uma nascente que é utilizada de forma coletiva pelos moradores da comunidade. “Aprendemos que é preciso conviver em harmonia com a natureza e o futuro é o que estamos fazendo agora”, conta. No ano passado, a OCT apoiou a recuperação de 62 nascentes e um total de 6.878 hectares de área foram conservados.

Com o Programa Carbono Neutro Pratigi, qualquer pessoa ou empresa pode medir os impactos de suas ações no meio ambiente e compensá-las. O resultado é exibido em números de árvores e valores em reais de quanto custaria o plantio. Assim, é possível financiar o serviço para que a OCT o realize. Segundo dados da Organização, em 2014 foram neutralizadas as emissões de carbono de 25 pessoas físicas, totalizando mais de 35 toneladas de CO², e 216 árvores plantadas. “Além de ser uma forma justa de compensar a quem conserva nossos recursos naturais, o PSA deve ser visto também como um mecanismo estratégico para o planejamento integrado de propriedades, com foco na efetivação de uma economia de baixo impacto”, afirmou o Diretor Executivo da OCT, Volney Fernandes.


Com o Carbono Neutro Pratigi, mais de 35 toneladas de CO² foram 
neutralizadas e 216 árvores plantadas em 2014 na APA do Pratigi

O ano de 2014 também marcou a conquista de importantes parcerias para a OCT, a exemplo da firmada em abril, com a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. A união permitiu o aprimoramento no método de cálculo do PSA para as unidades-família que participam do Programa Produtor de água Pratigi fossem premiadas financeiramente por conservarem suas nascentes. Já em outubro, o convênio realizado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por intermédio do Fundo Multilateral de Investimentos (Fumin), garantiu a destinação de recursos, em 2015, para a capacitação de 2.000 pessoas, entre elas, cooperados e estudantes em formação nas Casas Familiares Rurais, instituições apoiadas pela Fundação Odebrecht que fazem parte do Pacto de Governança do PDCIS.
 
Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital