18h00

Etapa do Programa de Desenvolvimento de Empresários é realizada no Baixo Sul da Bahia

Mais de 150 pessoas, entre Integrantes da Organização Odebrecht e jovens beneficiados pelos projetos apoiados pela Fundação Odebrecht, trocaram experiências e discutiram sobre visão de futuro e sustentabilidade

Compartilhe
Tamanho do texto

Mais de 150 pessoas e um objetivo em comum: discutir o presente para pensar em um futuro melhor, focado na sustentabilidade. No dia 28 de junho, Integrantes da Organização Odebrecht que atuam em diversos países da América Latina e Estados Unidos, e jovens estudantes das Casas Familiares Rurais que fazem parte de instituições que integram o Programa da Fundação Odebrecht, PDCIS - Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade, participaram de mais um módulo da 13º edição do Programa de Desenvolvimento de Empresários (PDE). O programa, dividido em etapas, propõe aos Integrantes uma agenda de temas cruciais para o desempenho e a perpetuidade da Organização, configurando-se como espaço de transmissão e troca de experiências e vivências.


O evento contou com mais de 150 pessoas: integrantes da Organização
e jovens beneficiados pelo Programa PDCIS

Realizada no município de Presidente Tancredo Neves, no Baixo Sul da Bahia, essa interação foi marcada por diálogos e dinâmicas em grupos, embasadas na atuação da Fundação Odebrecht e na sua missão de "Educar para a Vida, pelo Trabalho, para Valores e superação de Limites". O trabalho da Fundação Odebrecht foi apresentado pelo Presidente Executivo, Eduardo Odebrecht de Queiroz, e pelos líderes de algumas instituições apoiadas pela Fundação. “Precisamos chamar a responsabilidade para nós e encontrar os caminhos para mudar o futuro das novas gerações. Esse é o nosso papel e onde concentramos nossos esforços, tendo sempre em mente que a disciplina gera o respeito e consolida a confiança”, afirmou Queiroz em seu discurso.

No período da tarde, atividades lúdicas idealizadas pelos grupos mostraram que o exemplo e as histórias de vida dos jovens ali presentes estão se tornando a base de um futuro promissor e mais justo. “Sou filha de agricultores que trabalhavam para os outros e que hoje têm quatro hectares plantados. Sei que é o começo, mas para mim vale muito. Temos uma visão de futuro diferente, de muita esperança”, contou Roseane Conceição, 17 anos, aluna da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves. “Não imaginávamos encontrar jovens com um espírito empreendedor tão forte. Eles são agentes transformadores da sociedade e da comunidade onde estão inseridos”, disse a Integrante da Odebrecht Agroindustrial, Melissa Fonseca.

No último momento das dinâmicas e do evento, Integrantes e jovens deixaram os seus recados uns aos outros, repletos de emoção e confiança. Em nome dos “PDEanos”, como são chamados, Filipe Martins de Oliveira, da Odebrecht Realizações Imobiliárias, deixou a sua mensagem: “Diante de tudo que vivenciamos aqui hoje, percebemos que mais importante vocês já possuem: a atitude de serem os agentes da mudança”, disse. O jovem Anailton Santana dos Santos, da Casa Familiar Agroflorestal, resumiu o sentimento dos estudantes: “Desejamos que vocês sintam orgulho desse projeto assim como sentimos. Estamos aqui de passagem e mais jovens estão por vir, mas todos nós queremos deixar a nossa marca como jovens protagonistas”, afirmou.

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital