14h51

Teoria e prática em harmonia

Estudantes do curso técnico em Agroecologia integrado ao nível médio do Colégio Casa Jovem iniciam atividades de estágio

Compartilhe
Tamanho do texto

Em agosto de 2015, uma nova etapa teve início para os 22 alunos do curso técnico em Agroecologia integrado ao nível médio do Colégio Casa Jovem, localizado no município de Igrapiúna, Baixo Sul da Bahia. Eles começaram o estágio supervisionado oferecido pela instituição – um complemento ao ensino, que é contextualizado à realidade do campo e à formação cidadã.

Com aulas nas áreas de piscicultura e agricultura, com ênfase no estudo das culturas do cacau e do palmito de pupunha, os estudantes adquirem conhecimento aplicado ao que é aprendido em sala de aula. Para Josiel Santana, 18 anos, o estágio é uma oportunidade de troca de saberes e de realização pessoal. "A vida profissional exige nosso total desempenho e disposição. A prática é a base disso, onde aprendemos e nos capacitamos. Estou subindo mais um degrau em busca dos meus sonhos”, disse.

Os assuntos abordados e testados pelos estudantes são passados por educadores especializados e atuantes em cada negócio. Segundo Lauana Lopes, Diretora da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Casa Jovem, que apoia o Colégio, este é um diferencial. “Os jovens têm a oportunidade de praticar com líderes. é um exemplo de ação integrada e colaborativa que fortalece a educação no campo,” afirma.

Para José Lima, assistente educador da área do cacau, há vantagens para todos que participam do processo. "Tenho prazer em ensinar o que trabalho no campo. Me programo para recebê-los e mostrar o passo a passo do meu negócio. é uma troca de experiência onde também aprendo com eles", disse. Com duração de quatro meses, o estágio está agradando os estudantes. "é uma experiência única, que contribui bastante para minha formação e atuação no mundo do trabalho. Tenho aprendido várias técnicas", comenta Aline Conceição.


Jovem em momento de ensino prático

O Colégio Casa Jovem conta com a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Casa Jovem, apoiada pela Fundação Odebrecht através do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS). A atuação conjunta busca a educação do campo de qualidade por meio do desenvolvimento de uma tecnologia educacional orientada para o trabalho rural.

 

 

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital