14h41

Parceria em prol do mesmo objetivo: uma sociedade sustentável

Confira entrevista concedida à Fundação Odebrecht pelo Diretor Presidente da Mitsubishi Corporation do Brasil, Aiichiro Matsunaga

Compartilhe
Tamanho do texto

Desde 2009, a Mitsubishi Corporation e a Fundação Odebrecht são parceiras na execução de projetos produtivos, educacionais e ambientais na região do Baixo Sul da Bahia.

Maior empresa integrada do Japão, a Mitsubishi Corporation conta com mais de 200 escritórios em aproximadamente 90 países. Atuando em praticamente todos os setores, incluindo negócios ambientais, financiamento industrial, energia, metais, máquinas, produtos químicos e alimentos, a organização tem como essência a contribuição para o enriquecimento da sociedade por meio dos negócios, firmemente enraizados nos princípios de justiça e integridade.

Confira entrevista concedida à Fundação Odebrecht pelo Diretor Presidente da Mitsubishi Corporation do Brasil, Aiichiro Matsunaga. Ele conta sobre os projetos apoiados no Baixo Sul da Bahia, seus resultados impactantes na vida de jovens e suas famílias e sobre a parceria em prol do mesmo objetivo: uma sociedade sustentável.

1) No Baixo Sul da Bahia, o Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS) tem se dedicado a formar jovens empresários rurais oferecendo educação contextualizada, acesso à cidadania, conscientização ambiental e geração de trabalho e renda, visando uma transformação social das famílias e comunidades. Quais projetos a Mitsubishi tem apoiado nessa região, como e por quê?

Aiichiro Matsunaga: Nosso relacionamento com o Grupo Odebrecht iniciou-se em 2008, quando a Mitsubishi Corporation começou a importar para o Japão cacau sustentável produzido pelas Fazendas Reunidas Vale do Juliana. Em 2009, a Mitsubishi Corporation em conjunto com uma organização do Banco Interamericano de Desenvolvimento, engajou-se em um projeto para começar a apoiar pequenos produtores agrícolas, na parte sul do estado da Bahia, sob a égide da Fundação Odebrecht. No ano seguinte, mantivemos conversas com a Fundação Odebrecht para começar a apoiar jovens empresários rurais, através das Casas Familiares Rurais no Baixo Sul da Bahia. No primeiro, contribuímos com a Casa Familiar Rural de Igrapiúna e, em 2012, depois de ver quão maravilhoso este projeto é, expandimos a nossa contribuição para abarcar também as Casas Familiares Rurais de Nilo Peçanha e de Tancredo Neves.

2) Que resultados destacaria nestes projetos e quais as próximas metas?

AM: Alguns anos já se passaram desde que a Mitsubishi Corporation começou a participar deste programa, e, em cada visita que fazemos, seus resultados mostram-se claramente surpreendentes. Em 2014, mais de 280 alunos frequentaram as Casas Familiares Rurais com as quais contribuímos e eu vi a felicidade em seus olhos quando colocam em prática o que aprenderam por meio deste projeto para melhorar suas comunidades, com vistas a criar suas famílias ali mesmo, sem precisar partir. Observei também outros resultados positivos deste projeto, tais como o aumento da renda das famílias e o aumento da produtividade da terra. Os jovens podem trabalhar e focar em um futuro promissor, permanecendo autoconfiantes e fazendo uso das habilidades de liderança que eles têm desenvolvido para também ajudar outros jovens como eles. Nós, baseados em nossas contribuições anuais para esse projeto, esperamos ajudar a promover o desenvolvimento dos recursos humanos, uma vez que é realmente uma questão importante do ponto de vista do crescimento sustentável do Brasil no futuro.

3) O apoio integrado entre esferas privada, pública e civil tem contribuído para a concretização de ações sociais e educacionais. Como tem sido a relação da Mitsubishi com a Fundação Odebrecht e qual é a importância desse esforço coletivo?

AM: Fundação Odebrecht e Mitsubishi Corporation compartilham um objetivo comum de realizarem uma sociedade sustentável. A nossa abordagem de engajamento tanto para empresas quanto para a sociedade, bem como as nossas filosofias de gestão, cria uma sinergia eficaz para ambas as empresas para desenvolver atividades de responsabilidade social juntas. Este esforço coletivo é extremamente importante a fim de permitir um impacto significativo na vida das pessoas e da sociedade no que diz respeito à educação e conservação ambiental, bem como ao crescimento sustentável.

4) Voltada para a satisfação dos Clientes e a simultânea realização das pessoas, a Tecnologia Empresarial Odebrecht (TEO) é a base da cultura da Organização Odebrecht. A Mitsubishi também possui uma filosofia que guia seus Integrantes?

AM: Na Mitsubishi temos os Três Princípios Corporativos, que foram estabelecidos em 1934, como as nossas regras de conduta. Elas são constituídas por "Shoki Hoko", que significa Responsabilidade Corporativa para a sociedade; “Shoji Komei", que significa Integridade e Justiça e "Ritsugyo Boeki", que significa Compreensão Global por meio de Negócios, de forma semelhante aos Princípios Fundamentais da TEO, que estabelecem os valores éticos e culturais que norteiam o seu negócio.

5) Qual a mensagem que o senhor gostaria de deixar para a Fundação Odebrecht neste ano especial, em que a instituição completa 50 anos de realizações e da prática constante do espírito de servir?

AM: Eu gostaria de expressar minha felicidade em fazer parte das celebrações do aniversário de 50 anos da Fundação Odebrecht. Parabéns pela criação e manutenção desta incrível iniciativa que tem o poder de mudar a vida das pessoas e trazer desenvolvimento social para este país. é uma grande honra e orgulho para a Mitsubishi Corporation poder participar nas atividades de Responsabilidade Social promovidas pela Fundação Odebrecht. Queremos continuar contribuindo para o desenvolvimento da sociedade brasileira e para o deste projeto específico até esta comunidade poder alcançar a autossuficiência.
 

 

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital