16h26

Casas Familiares iniciam ano letivo

Mais de 100 novos alunos deram o primeiro passo para se tornarem técnicos nas instituições de ensino apoiadas pela Fundação Odebrecht

Compartilhe
Tamanho do texto

A semana de 18 a 22 de janeiro marcou o início do ano letivo para mais de 100 novos alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio das Casas Familiares Agroflorestal (Cfaf), Rural de Igrapiúna (CFR-I) e Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), apoiadas pela Fundação Odebrecht através do Programa PDCIS. Na bagagem, além de outros sentimentos, eles traziam a expectativa de vivenciarem uma nova jornada e a vontade de se tornarem agentes de transformação do próprio destino e das suas comunidades. Comum às três instituições, o tema “Nossa Realidade” foi trabalhado por meio de dinâmicas e atividades em sala.

Na Cfaf, a turma do 1º ano do Curso Técnico em Florestas foi recepcionada pela Diretora Rita Cardoso, a equipe pedagógica, colaboradores e ex-alunos. “Meu sonho se tornou realidade. Estou com muitas expectativas, porque hoje sei que faço parte de uma das melhores escolas do Baixo Sul da Bahia”, relatou a jovem Eliane Lopes, da comunidade da Beira do Rio, município de Teolândia. Para o monitor Admilson Sacramento, cada nova turma traz para a Instituição o desafio e o compromisso em continuar promovendo uma educação de qualidade. “Visamos à transformação da juventude rural. Um reconhecimento visível na abrangência que a Casa atende hoje”, ressaltou. Os novos alunos são oriundos de 19 comunidades, dos municípios baianos de Nilo Peçanha, Taperoá, Piraí do Norte, Camamu, Igrapiúna, Ituberá e Teolândia.


Turma de alunos do primeiro ano da Cfaf

Acompanhados dos pais e responsáveis, os jovens do 1º ano do Curso Técnico em Agronegócio da CFR-I começaram as primeiras atividades em sala de aula com palestra sobre a importância da agricultura familiar, ministrada pela Secretária de Agricultura de Igrapiúna, Ivana Borges, e aulas práticas na Unidade Demonstrativa de Pupunha. Mergulharam ainda no universo do Programa PDCIS por meio de publicações como a cartilha “Entendendo o PDCIS” e a edição especial de 50 anos da Fundação Odebrecht. Em meio a tantas novidades, os recém-chegados externaram suas impressões, a exemplo de Josenilton Santos, da comunidade Jacarandá, de Piraí do Norte. “Em poucos dias, aprendi muitas coisas sobre minha própria realidade, as culturas da nossa região e a preservação do meio ambiente”, destacou. A turma reúne jovens de 14 a 17 anos, de cinco municípios e 24 comunidades. 


CFR-I: A turma reúne jovens de 14 a 17 anos, de cinco municípios e 24 comunidades

Na CFR-PTN, os alunos do Curso Técnico em Agropecuária foram recepcionados pela equipe pedagógica e por lideranças da região, como o prefeito de Presidente Tancredo Neves, Balbino Mota, o Secretário de Agricultura, José Neto e representantes da Secretaria de Educação e do Conselho Tutelar do município. Segundo o monitor Anderson Santos, além de ser um momento de aprendizado, a aula inaugural proporciona a troca de experiências culturais, de trabalho e de estudo. “Isso fortalece o processo de formação e qualificação profissional voltada à realidade dos agricultores”, relata. Para o aluno Vinicius Pereira, a palestra sobre a importância do cultivo de leguminosas chamou a sua atenção. “Alimentou ainda mais nosso desejo em nos tornarmos empresários rurais”, disse. 

 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital