15h32

Sou protagonista do meu destino

Campanha que valoriza o Protagonismo Juvenil reuniu histórias de jovens que estão mudando suas realidades através da parceria com instituições apoiadas pela Fundação. Confira!

Compartilhe
Tamanho do texto


Para a Fundação Odebrecht, é preciso fazer com o jovem e não para o jovem, entendendo-o como parte da solução e não como problema. Este é o conceito do Protagonismo Juvenil e que é visto na prática no Baixo Sul da Bahia. Por meio do acesso a oportunidades de educação, trabalho e renda, com cidadania e respeito ao meio ambiente, adolescentes como Elaine dos Santos, Joíldo de Jesus e Patrícia dos Santos estão se tornando jovens empresários rurais.

Eles e outros sete jovens compartilharam suas trajetórias com a Campanha #SouProtagonistaDoMeuDestino, divulgada nas redes sociais da Fundação desde agosto. Destaque em 2015 com a entrega de quase 2.500 quilos de aipim para comercialização, Elaine está no terceiro e último ano de formação da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN). “Com a receita dos meus projetos, estou tendo uma melhor qualidade de vida no campo, alcançando assim a sustentabilidade. Posso falar com convicção: estou realizada”, disse.

Para o aluno da Casa Familiar das águas (CFA), Joíldo, conceitos como o Espírito de Servir, da Tecnologia Empresarial Odebrecht, estão transformando sua visão de mundo. “Essa oportunidade me levou a entender que nós temos que olhar para as pessoas que precisam de nossa ajuda e sempre dão a mão. Como dizia Dr. Norberto Odebrecht, quem não vive para servir, não serve para viver”, completou.


Joíldo pratica a Tecnologia Empresarial Odebrecht

Para Patrícia, estudante da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), ela é parte de uma instituição que entende as necessidades dos jovens das comunidades e que traz uma metodologia de educação que não é apenas aplicada na escola, mas também no campo. Uma das adolescentes apoiadas pelo Programa Tributo ao Futuro, da Fundação, ela implantou um hectare de banana e graviola em sua propriedade no ano de 2014. “Esse projeto contribuiu para o meu desenvolvimento empresarial”, afirmou. CFR-PTN, CFA e Cfaf são apoiadas pela Fundação Odebrecht através do Programa PDCIS.

Confira essas e outras histórias na íntegra clicando aqui  e por meio das nossas páginas do Facebook e Instagram!

 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital