10h36

Conhecimento nunca é demais

Mês de agosto foi marcado por capacitações voltadas a estudantes das Casas Familiares apoiadas pela Fundação Odebrecht. Confira!

Compartilhe
Tamanho do texto

Nas Casas Familiares quem fazem parte do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), da Fundação Odebrecht, adolescentes passam por uma formação contextualizada ao campo, com aulas teóricas e práticas voltadas às áreas de Agropecuária, Florestas, Agronegócio e Aquicultura. Confira algumas visitas e capacitações que ocorreram no mês de agosto e trouxeram ainda mais conhecimento para as turmas e também para aqueles que conhecem o modelo de ensino das Casas.

10 de agosto: estudantes do Curso de Pedagogia do Instituto Educacional e Gestão de Ensino (CEGE), de Teolândia (BA), conheceram a Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN) e conheceram o modelo educacional da instituição. Clique aqui e saiba como foi a visita.


Estudantes do Curso de Pedagogia do Instituto Educacional e Gestão de Ensino (CEGE)

17 de agosto: A Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e o Banco do Nordeste promoveram um ciclo de debates sobre agroecologia no município de Camamu (BA), visando ampliar o acesso ao crédito nas linhas de financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf Agroecologia).

No intuito de multiplicar essa pauta nas comunidades rurais, jovens do segundo ano de formação da Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I) participaram do encontro. “é um assunto de extrema importância para nós que pretendemos permanecer no campo e viver da agricultura”, disse Eliana dos Santos, moradora da comunidade da Pimenteira.

20 de agosto: os alunos da CFR-I também foram no município de Taperoá (BA) para conhecer experiências em agroecologia da Organização Núcleo de Comunidades Agrícola – ONçA. Criado há mais de duas décadas, o Projeto conta com a adesão de 60 famílias de produtores orgânicos, que buscam uma produtividade que corresponda às expectativas econômicas, com respeito aos recursos naturais e melhorias na qualidade de vida.


Alunos da CFR-I conheceram a Organização Núcleo de Comunidades Agrícola – ONçA

As plantações de guaraná 100% orgânicas de Enoque Filho, atual presidente da Associação Projeto ONçA, se transformaram em uma verdadeira sala de aula ao ar livre. Os jovens vivenciaram na prática o manejo agroecológico da cultura e tiraram suas dúvidas em relação à forma de produzir. “Foi uma visita muito gratificante. A consolidação do conhecimento agroecológico é feita através da troca de experiência da sabedoria popular e do conhecimento cientifico”, enfatizou o monitor, Samuel Kumiya, que acompanhou a turma.

23 de agosto: os alunos Ionei Bomfim e Liliane de Jesus, da CFR-I, e o Diretor Executivo, Robson Kisaki, participaram de sessão na Câmara de Vereadores do município de Igrapiúna. Eles compartilharam com vereadores e o público presente as ações desenvolvidas pela instituição de ensino durante o período de formação.

“Sou filha de produtores de palmito e diante das experiências adquiridas na Casa Familiar, meus pais me confiaram a organização da parte financeira da família. Organizo tudo, tenho minhas planilhas onde registro a quantidade de hastes que cortamos no mês e calculo os custos de produção”, contou Liliane, moradora da comunidade Vale do Juliana.


A estudante Liliane de Jesus contou sua experiência

Ao término da apresentação, os vereadores parabenizaram os alunos ressaltando o processo de fortalecimento da agricultura. “Nosso município precisa de jovens que aprendam e gostem de viver no campo. Vocês estão sendo capacitados para produzir. Aproveitem ao máximo cada oportunidade”, enfatizou o Presidente da Câmara, Luiz Campos Borges.

25 de agosto: jovens da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) que participam de projeto de apicultura na instituição participaram do IV Curso de Seleção e Produção de Abelhas Rainhas promovido pelo Centro de Pesquisa do Cacau, em Ilhéus (BA). Eles também realizaram visitas às instalações de beneficiamento dos produtos apícolas, onde conheceram as novidades relacionadas a tecnologias de produção.


Beneficiários de projeto voltado à aquicultura da Cfaf

Durante as práticas do curso, os estudantes interagiram com produtores de diversas regiões do Brasil e participaram de uma atividade de campo, realizada na sede da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC). “Estamos em um dos maiores centros de pesquisa em apicultura do País. Essa capacitação irá acrescentar muito em nossa formação como jovens apicultores da nossa região”, comentou o aluno Anailton dos Santos, da comunidade Escadinha Taperoá (BA).

 

 

 

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital