15h05

A renda que vem do mel

Beneficiários de projeto voltado à apicultura da Casa Familiar Agroflorestal recebem capacitações e iniciam a montagem de apiários próprios

Compartilhe
Tamanho do texto

Selecionado para apoio em fevereiro de 2016 no Edital Juventude Rural 2015/16 da Fundação Banco do Brasil em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o projeto “Fortalecimento Socioeconômico de Jovens Apicultores do Baixo Sul da Bahia”, da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), começa a tomar forma. A iniciativa beneficia 15 alunos e jovens que já concluíram o curso de Educação Profissional Técnica em Florestas integrado ao Ensino Médio, além de apicultores da região, indiretamente, por meio do estímulo à criação de uma associação comunitária. A Cfaf faz parte do Programa PDCIS, da Fundação Odebrecht.

Após uma carga de 160 horas de capacitação em apicultura (criação e manejo de abelhas com ferrão), seis jovens de comunidades dos municípios de Taperoá, Nilo Peçanha e Ituberá, na Bahia, foram os primeiros a receber kits com dez colmeias, equipamentos de segurança (EPIs) e material de envasamento do mel, e iniciaram a montagem e instalação de seus apiários. Integrante deste grupo, Anailton dos Santos, 21 anos, comentou sobre a iniciativa. “é muito bom fazer parte de uma nova realidade como empresário rural e protagonista na minha comunidade, podendo influenciar novos produtores através da experiência como apicultor”, afirmou.


Romildo Oliveira, Coordenador Integrador na Cfaf, entrega kit para Elvis da Luz, um dos jovens beneficiados

As capacitações, realizadas entre os meses de março a agosto de 2016, contemplaram momentos teóricos e práticos, com temas voltados para o manejo do apiário, produção de mel, pólen, própolis e cera, preparo de colmeias, manejo e fortalecimento das colônias. Também foram tocados assuntos como o aproveitamento do potencial da flora das áreas florestais, a preservação da biodiversidade local, além da capacitação em associativismo e gestão da propriedade agrícola. “Estou muito entusiasmado e com a certeza de que a nossa região crescerá muito. Nosso objetivo é formar uma associação de apicultores”, declarou Jefté dos Santos, 19 anos, aluno do 3º ano da Cfaf e um dos 15 beneficiados.


Participantes do projeto em momento de capacitação

Danyllo Pimentel, zootecnista e coordenador do projeto, falou sobre a importância da ação e do compromisso dos beneficiários. “Contribuirá para a geração de renda dos novos apicultores do Baixo Sul da Bahia. Estamos convictos de que já é um sucesso e que nossos objetivos serão cumpridos mediante a dedicação de cada um dos jovens que faz parte dessa missão”, declarou. Executado com o recurso de R$ 72.258,00, a iniciativa terá a duração 18 meses, contemplando capacitações, assistência às famílias, montagem dos apiários dos 15 beneficiários e missão técnica na Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), localizada no município de Ilhéus (BA).

 

 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital