10h16

Vivenciando o presente e o futuro

Estudantes de jornalismo participam de visita a instituições que integram o Programa PDCIS, da Fundação Odebrecht

Compartilhe
Tamanho do texto

Durante os dias 16 a 18 de novembro, dez futuros jornalistas participantes do programa Correio de Futuro, do jornal baiano Correio*, puderam vivenciar na prática as quatro frentes de atuação da Fundação Odebrecht através das iniciativas que integram o Programa PDCIS. Primeiro, com apresentação sobre a essência e programas da instituição, realizada por equipe da Fundação que visitou as instalações do Correio* em Salvador e conversou com os jovens, e nos demais dias, quando o grupo partiu para a região do Baixo Sul da Bahia.

A conservação do meio ambiente foi sentida através dos olhos e depoimentos de agricultores familiares apoiados pela Organização de Conservação da Terra (OCT), a exemplo de Elizeu de Oliveira. Ele mostrou como preparou uma biocalda natural que elimina o uso de agrotóxicos e a área aonde serão plantadas árvores que irão recuperar a nascente de sua propriedade. Da mesma forma, pequenos produtores associados à Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan) conversaram sobre as transformações ocorridas em suas vidas por meio da educação aliada ao trabalho e renda.

Para a professora e jornalista Barbara Souza, que acompanhou a visita, a viagem foi enriquecedora para os futuros profissionais da área e também uma prova de que há um Brasil que dá certo. “é muito bom ver de perto essa experiência que pensa a sustentabilidade em todos os sentidos. E essa vivência para o jornalista em formação é muito importante, até para derrubar o estereótipo de que no interior encontramos um homem do campo que parou no tempo. Muito pelo contrário, eles são visionários, empreendedores do futuro”, disse.


Todos os participantes do Correio de Futuro plantaram mudas de
árvores para a recuperação da nascente de Elizeu de Oliveira

As vertentes da educação e cidadania também foram mostradas na prática para os visitantes. Eles conheceram alunos do terceiro ano da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), que contaram suas histórias de vida na agricultura e como estão sendo formados enquanto jovens empresários rurais, além de beneficiários de projetos do Instituto Direito e Cidadania (IDC). Desde 2004, o IDC contribui para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, a partir do exercício da cidadania e com acesso a políticas públicas.

Segundo a estudante da Faculdade Social da Bahia, Vanessa Brunt, foi possível visualizar a conexão que existe entre as instituições visitadas e como o trabalho realizado é impactante. “No exercício do jornalismo, sempre somos surpreendidos porque lidamos com a realidade como ela é. Chegar aqui e observar que tudo se conecta como uma teia nos dá uma visão muito ampla do que está sendo conquistado. Fiquei emocionada por ver que cada detalhe aqui impacta todo o planeta’, afirmou.


Depoimentos dos jovens da CFR-PTN foram coletados
para a produção de materiais audiovisuais 

Sobre o Correio de Futuro

Com apoio da Odebrecht S.A, o programa busca promover o treinamento da prática jornalística, reconhecido como extensão universitária, e atuar como um laboratório de inovação na busca de linguagens para plataformas tradicionais e novas. A iniciativa já está em sua 11ª turma.
 

 

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital