11h31

Pela luta de direitos

Hoje é o dia Mundial da Justiça Social! Saiba mais sobre a data e da atuação do Instituto Direito e Cidadania no Baixo Sul da Bahia em busca de uma sociedade mais justa e igualitária

Compartilhe
Tamanho do texto

Criado em 2007 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, o Dia Mundial da Justiça Social, comemorado em 20 de fevereiro, busca atrair esforços da comunidade internacional para a erradicação da pobreza, promoção do trabalho digno, igualdade de gênero, bem-estar e justiça para todos. No Baixo Sul da Bahia, uma instituição vem contribuindo para a conquista destas premissas, lutando por uma sociedade mais justa e igualitária: o Instituto Direito e Cidadania (IDC), que faz parte do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), da Fundação Odebrecht.

“Acreditamos que a Educação para a prática da Cidadania é o cerne do processo de transformação social. Assim, o empoderamento dos cidadãos passa a ter destaque por meio dos nossos projetos. Queremos despertar uma visão crítica de mundo, onde cada cidadão percebe-se como agente de transformação e reconhece o seu papel no local onde está inserido”, afirmou Maria Celeste Pereira, Diretora Executiva do IDC. Isso acontece por meio de projetos socieducacionais, atendimentos, formações e palestras, todas realizadas de forma gratuita pela instituição e que alcançam lideranças, conselheiros municipais, jovens protagonistas, agricultores familiares e a comunidade em geral.

Em 2016, mais de cinco mil pessoas foram impactadas, a exemplo da pequena produtora Jailda Argolo, do município de Presidente Tancredo Neves (BA). Ela teve acesso ao Programa de Aquisição de Alimentos, do Governo Federal, por meio do apoio do IDC. “Consegui organizar um grupo com sete mulheres que passaram a produzir bolos de aipim, puba e tapioca para entregar no PAA. Com a renda obtida, já adquiri forno industrial, reformei a minha cozinha, comprei um freezer e melhorei a minha propriedade rural. Com o Programa me sinto orgulhosa de ser uma agricultora familiar”, afirmou.


Agricultores familiares recebem orientação para acesso ao PAA

Outros indicadores também mostram como o IDC está fortalecendo o capital social no Baixo Sul da Bahia, oferecendo serviços como a emissão de documentação civil básica e a mediação de conflitos, que totalizaram 4.884 atendimentos no ano passado. Números que, segundo Anaiane Almeida, Coordenadora do Núcleo de Atendimento ao Cidadão no IDC, representam mais que uma informação quantitativa e traduzem o fortalecimento da cidadania na região. “Quanto mais cidadãos têm posse de seus documentos, mais direitos serão acessados, maior será a participação nos espaços públicos e o ganho para toda a sociedade”, disse.

Você sabia?
No Brasil, a justiça social tornou-se um dos pilares da constituição brasileira de 1988. Hoje, as políticas sociais estão incluídas em iniciativas dos governos federal, estadual e municipal, em colaboração com a sociedade civil.

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital