09h58

Exemplos no campo e na vida

No mês dedicado às mulheres, conheça a história de duas produtoras rurais que fazem a diferença por meio da agricultura

Compartilhe
Tamanho do texto

Maria dos Santos, 62 anos, vive com o marido e está sempre rodeada pelos cinco filhos, dez netos e o único bisneto. Sandra de Jesus, 28, cuida, sozinha, de dois filhos. Vidas distintas, mas que guardam algo em comum: a descoberta do amor pela agricultura. Residentes da região do Baixo Sul da Bahia, ambas fazem parte do grupo de Agricultores Multiplicadores de Agricultura Sustentável (AMAS), que atua na área de Proteção Ambiental do Pratigi.

A iniciativa, coordenada pela Organização de Conservação da Terra (OCT), instituição apoiada pela Fundação Odebrecht através do Programa PDCIS, reúne pequenos produtores que se destacam por procedimentos adotados em suas propriedades, como a coleta seletiva de lixo e uso de adubo orgânico, e pela capacidade de reaplicação dos conhecimentos, adquiridos por meio de oficinas e capacitações realizadas pela OCT. Sandra, que chegou a se mudar para a zona urbana em busca de oportunidades, viu no campo a forma de transformar sua realidade. Em 2013, ela assumiu uma área de SAF (Sistema Agroflorestal) implantada pelo pai e, desde então, administra sua pequena propriedade rural, participando de projetos como o de certificação socioambiental (clique aqui e saiba mais).

“Sempre trabalhei da melhor forma possível e tenho orgulho de criar meus filhos com a minha roça. Acho que a gente tem que se sentir satisfeita pelo que somos, por ser mulher, e também por ser guerreira”, afirmou a agricultura. Já Maria, apesar de sempre ter morado na zona rural, foi professora por muitos anos, até descobrir sua vocação para as atividades agrícolas. “Mesmo com todas as dificuldades que passamos, sou muito feliz pela família que formei e pela forma como hoje trabalho”, comentou. Com o apoio de Integrantes da OCT, a agricultora implantou em sua propriedade uma pequena horta agroecológica, sistema que não utiliza componentes químicos onde as hortaliças são plantadas de forma circular para melhor absorção dos raios solares e menor incidência de pragas. O conhecimento é repassado para vizinhos e pessoas interessadas nas técnicas utilizadas por ela.


Dona Maria implantou em sua propriedade uma pequena horta agroecológica


Governança Ambiental

A OCT, que celebrou 15 anos de atuação em 2016, é o braço ambiental do Programa PDCIS e atua por meio de duas vertentes – Conservação Ambiental e Conservação Produtiva. Assim, contribui para que essa agenda esteja intrinsecamente relacionada com o desenvolvimento econômico de agricultores familiares como Maria e Sandra. Desde 2002, a instituição já atendeu 1.669 famílias e apoiou na regularização de 753 propriedades com o Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais.   

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital