16h17

Caminhos da Cidadania

Instituto Direito e Cidadania apresenta seus principais indicadores de 2016. Confira!

Compartilhe
Tamanho do texto

O Instituto Direito e Cidadania (IDC) lançou em março seu Relatório de Resultados 2016 – Caminhos da Cidadania. Além de informações relevantes sobre os principais projetos executados pela instituição no ano passado, com indicadores como a marca de 305 mil atendimentos sociais realizados e capacitação de mais de 80 mil pessoas, a publicação traz ainda mensagens de suas lideranças e parceiros. Com 13 anos de atuação, o IDC está à frente das ações do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), da Fundação Odebrecht, que visam promover a Inclusão cidadã.

Clique aqui e confira o Relatório de Resultados 2016 – Caminhos da Cidadania

“Caminhos da Cidadania exprime a dedicação do IDC em cumprir sua missão institucional, através de projetos e ações que buscam fortalecer o exercício da cidadania e participação social, promover a Cultura da Paz e do respeito com as atuais e futuras gerações e estimular o protagonismo juvenil e comunitário”, garantiu a Diretora Executiva Maria Celeste Pereira de Jesus. Isso acontece por meio da oferta de serviços gratuitos à população do Baixo Sul da Bahia, como o de Mediação de Conflitos. A iniciativa, fruto da parceria entre o IDC e o Tribunal de Justiça do Estado, beneficiou em 2016 cerca de 450 pessoas com atendimentos jurídicos.

No ano passado, a instituição também disseminou uma política pública federal pouco conhecida pelos agricultores da região, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que tem somado esforços na busca pela melhor qualidade de vida das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar. Só no ano passado, cerca de 500 famílias atendidas pelo IDC participaram do PAA, movimentando mais de R$ 2 milhões.

Para Eduardo Odebrecht de Queiroz, Presidente Executivo da Fundação Odebrecht, o ano foi de conquistas significativas. “Para além dos indicadores quantitativos, merecem destaque as diversas ações na área do enfrentamento à violência doméstica contra a mulher e uma experiência singular de fomento à mediação de conflitos no ambiente escolar, viabilizada com recursos captados via Programa Tributo ao Futuro – Novas Gerações”, disse, referindo-se, por último, ao projeto Cultura da Mediação na Escola. Esta ação, executada pelo IDC, beneficiou diretamente 670 crianças e adolescentes e 487 pessoas indiretamente.

 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital