13h49

Piraí do Norte recebe sua I Feira Agroecológica

Evento foi idealizado e organizado por agricultores beneficiados pela Organização de Conservação da Terra para valorização e comercialização de seus produtos

Compartilhe
Tamanho do texto

No dia 22 de setembro, Piraí do Norte (BA) recebeu sua I Feira Agroecológica, organizada por agricultores beneficiados pela Organização de Conservação da Terra (OCT) e que fazem parte da Rede Povos da Mata, associação que trabalha para que produtores certifiquem e comercializem seus cultivos orgânicos por um sistema participativo de avaliação da conformidade. O evento, que trouxe a visão de plantar com qualidade e sem usar agrotóxicos, na busca de uma alimentação saudável, foi apoiado pela OCT e Prefeitura Municipal.

“Queremos trazer mais variedade de alimentos para os moradores da cidade. Isso não beneficia só os comerciantes, mas também as pessoas que vão poder consumir comidas naturais”, comentou Jairo Souza, um dos produtores participantes da Feira. Parte dos agricultores expositores receberam certificações nacionais e até internacionais, como o Rainforest Alliance Certified (clique aqui e saiba mais), a exemplo de Jairo. Segundo Eduardo Santos Mamédio, Engenheiro Agrônomo na OCT, o evento é um dos resultados de anos de acompanhamento. “Iniciamos o apoio técnico em 2012, incentivando o uso de práticas conservacionistas do solo e da água, o manejo orgânico dos cultivos e a valorização do saber do homem do campo”, disse.

Valdomiro Vicente Júnior, líder de Conservação Produtiva na OCT, explica que a Feira permite a abertura de mercado na região, fazendo com que o agricultor tenha seu produto valorizado. “Mostra o trabalho para a conversão do sistema convencional para o agroecológico”. Segundo dados fornecidos pela OCT, foram comercializados mais de 40 produtos como hortaliças e frutas e cerca de 150 pessoas passaram pela Feira. Com o sucesso da primeira edição, a Feira Agroecológica de Piraí do Norte passará a ser fixa, sendo realizada aos sábados.


Foram comercializados mais de 40 produtos como hortaliças
e frutas e cerca de 150 pessoas passaram pela Feira

“Aqui comprei beiju de tapioca, mingau de aipim, hortaliças e mais um monte de coisas! Achei muito bom. Quem sabe na próxima eu também não traga os meus cultivos para vender?”, comentou a agricultora Brasilina Souza, que integra a Rede Povos da Mata. A OCT faz parte do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), idealizado e fomentado pela Fundação Odebrecht.

 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital