11h08

Casas Familiares e Coopatan participam da Fenagro 2017

Confira como foi a passagem das instituições na maior Feira Agropecuária do Norte e Nordeste. Evento recebeu mais de 100 mil visitantes

Compartilhe
Tamanho do texto

Quem visitou a área destinada à Agricultura Familiar na 30ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), realizada em Salvador (BA) entre os dias 28 de novembro e 03 de dezembro, pôde conferir experiências de educação contextualizada das Casas Familiares do Baixo Sul da Bahia e de geração de trabalho e renda da Cooperativa dos Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan). As instituições marcaram presença no evento, que reuniu mais de 100 mil pessoas, por meio de apresentações de trabalhos, seminários e exposição de produtos.

“Dar visibilidade ao modelo de ensino que aplicamos é de grande importância. Estamos muito felizes e com o sentimento de dever cumprido”, afirmou a Diretora da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), Rita Cardoso. No dia 30, durante o 1º Simpósio de Pesquisas e Experiências em Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural, ela e monitores da instituição levaram um pouco do dia a dia da unidade e das ações realizadas com os jovens, como o Projeto Biodiverso, voltado a pesquisas em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa). Ao todo, 126 trabalhos da comunidade científica, entidades de assistência técnica e extensão rural e agricultores familiares, de todo o estado, participaram do evento.

Deraldo Nascimento Neto, monitor na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), e Adelcio Menezes, que atua na área administrativa da instituição, mostraram inovações e experiências através de banners e rodas de discussão com representantes de universidades, associações, organizações públicas e privadas. Jerônimo Rodrigues, Secretário de Desenvolvimento Rural da Bahia, acompanhou de perto os trabalhos durante o Simpósio. “A educação é de responsabilidade de todos nós: união, empresas e comunidade. E, para mim, as Casas Familiares carregam em si um algo a mais. Uma metodologia que agrega valores e une a prática com a teoria de forma muito benéfica”, disse.


O monitor da CFR-PTN, Deraldo Nascimento Neto, apresentou
o modelo de ensino aplicado na instituição

Estudantes do segundo e terceiro ano de formação da Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I) também viajaram até Salvador, no dia 1º de dezembro, para participar da Fenagro. Acompanhados por Perivane da Silva, responsável por Projetos e Comunicação na CFR-I, eles visitaram estandes, foram até as exposições de animais e assistiram a seminário sobre o Programa de Crédito Fundiário. “Foi uma experiência marcante, que reforçou para nós, futuros Técnicos em Agronegócio, como a agricultura é forte. Aprendi muito”, relatou a aluna Carine dos Santos. As Casas Familiares são apoiadas pela Fundação Odebrecht através do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS).


Estudantes da CFR-I durante eminário sobre o Programa de Crédito Fundiário



Produção em foco

Nesta edição da Fenagro, cerca de 270 expositores e 1,5 mil produtos de cooperativas e associações de todo o estado estiveram no espaço Bahia Rural Contemporânea. Na área reservada ao Baixo Sul da Bahia, marcas próprias de farinha de mandioca e de tapioca da Coopatan foram apresentadas e comercializadas. “Uma Feira como essa abre portas para a agricultura familiar e mostra a diversidade de culturas da nossa região. Como agricultor, é uma honra ter o nosso produto sendo exposto”, comemorou Benivaldo dos Santos, associado à cooperativa e ex-aluno da CFR-PTN. A Coopatan integra a vertente de trabalho e renda do PDCIS.


O agricultor Benivaldo dos Santos e Nadilton Pereira, da área
Comercial da Coopatan, mostram produtos da cooperativa

 
 
Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital