10h00

Coopatan começa a comercializar abacate

O objetivo da cooperativa é diversificar cada vez mais os produtos, além de apoiar os cooperados na venda de todos os seus cultivos

Compartilhe
Tamanho do texto

No município de Presidente Tancredo Neves, na região do Baixo Sul da Bahia, é comum encontrar, dentro de uma mesma propriedade rural, cultivos de aipim, mandioca, banana... E também abacate. Para aproveitar cada vez mais os frutos produzidos pelos agricultores associados, assim como aumentar a diversidade de produtos comercializados, a Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), começou, em 2018, a vender também o abacate in natura.

Para Ednalva Lima, produtora rural e Presidente da Coopatan, entre as principais conquistas em trabalhar com essa nova cultura está a valorização de mais produtos colhidos pelos cooperados em suas propriedades. “Para mim, é uma grande satisfação estar comercializando o abacate, pois está contribuindo com a melhoria de qualidade de vida de várias famílias, que já produziam e, por não consumir ou vender, acabavam perdendo”, comemorou.

Atualmente, 26 agricultores entre os 280 associados à cooperativa plantam esse cultivo em suas propriedades, que leva, em média, três anos para ser colhido. Até agora, já foram produzidos 19 mil quilos, vendidos na rede varejista Walmart. “Como é um fruto de safra, a expectativa é que até o final dessa colheita sejam comercializados cerca de 57 mil quilos de abacate”, esclareceu Ailton Pereira, Diretor Executivo da Coopatan. Hoje, a Coopatan trabalha com mais de 10 produtos diferentes, como farinha de mandioca e goma de tapioca, além de hortifrúti. A ideia é aumentar essa variedade cada vez mais, sempre a partir do que os cooperados já têm suas propriedades, mas não aproveitam para a venda. Para os próximos meses, o objetivo é também vender fruta pão e jaca.

A Coopatan é apoiada pela Fundação Odebrecht através do Programada de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS).

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital