09h24

Artista plástico ministra oficina nas Casas Familiares

Menelaw Sete apresentou para os estudantes um pouco da sua carreira e trabalhou técnicas de pintura inspiradas no cotidiano dos jovens no Baixo Sul da Bahia

Compartilhe
Tamanho do texto

No dia 04 de setembro, alunos da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I) e Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), instituições de ensino médio integrado ao técnico apoiadas pela Fundação Odebrecht, participaram da oficina Cultivando Arte, ministrada pelo artista plástico baiano Menelaw Sete.

Equipados com telas, tintas e pincéis, cerca de 50 estudantes participaram da atividade, na sede da Cfaf, localizada no município de Nilo Peçanha, no Baixo Sul da Bahia. A oficina possibilitou que jovens do 1º, 2º e 3º ano das Casas Familiares pudessem conhecer um pouco mais sobre o artista e sua trajetória – que, com 30 anos de carreira, tem exposições e trabalhos no mundo todo -, além de aprender sobre impressionismo, primitivismo e cubismo, escolas que o influenciaram. “A arte é o momento de libertação do ser humano”, opinou Menelaw Sete. “Quem faz e aprende arte tem uma maneira de viver mais leve. O meu pensamento não foi só fazer uma oficina, mas ensinar pintura. Quero deixar algo que eles possam se inspirar no futuro”.


Menelaw Sete promoveu experiência artística com jovens das Casas Familiares

“Nós ficamos na expectativa para receber Menelaw Sete na Casa Familiar, para que ele passasse um pouco da sua história para os jovens, que, de certo modo, também fazem arte nas suas comunidades através de todo o processo de ações multiplicadoras, seminários e da própria agricultura”, comentou Rita Cardoso, Diretora da Cfaf. Na programação da oficina, os alunos puderam, já pela manhã, fazer um esboço em papel do que seria a principal tarefa da tarde: a pintura em tela.

Cores, formas e expressão

“Eu já sabia desenhar um pouco, mas foi muito bom poder aprender mais diretamente com um artista”, disse Evelin Santos, aluna do 1º ano da CFR-I. Espalhados pelo gramado, os jovens tiveram o desafio de colocar na tela algo que tivesse relação com seu cotidiano na zona rural do Baixo Sul. “Eles nasceram aqui, são filhos dessa terra. Portanto, tudo isso entra no processo”, explicou Menelaw. Assim, o artista dialogou com cada adolescente conferindo o trabalho, explicando sobre misturas de cores e ajudando a aperfeiçoar traços.


Estudantes passaram o dia aprendendo sobre traços, formatos e puderam fazer experimentações em telas

“Através da arte, podemos expressar nossos sentimentos e nossas emoções”, ressaltou Klécia Santos, estudante do 2º ano da Cfaf. “Ela está nos olhos de quem vê e é de fundamental importância na nossa vida. é uma oportunidade inesquecível poder passar por essa experiência”.

Para Tailã de Souza, assessora pedagógica e professora de Língua Portuguesa da CFR-I, a oficina foi uma extensão do que é trabalhado em sala de aula nas Casas Familiares em disciplinas como Artes e Teatro. “A arte ajuda no desenvolvimento dos jovens”, disse. “Isso se reflete na oralidade e expressividade também. Temos jovens que vêm desenvolvendo mais a questão da liderança, de estar à frente, por causa desse trabalho”.

O objetivo agora, depois da atividade, é levar para dentro de cada Casa Familiar um pouco do que foi o evento. “Vamos dar continuidade. é uma ação pontual que vai se desdobrar em outras na formação deles”, explicou Quionei Araújo, Diretor da CFR-PTN. “Acredito que, no final dessa troca de experiências, os jovens perceberam que a arte está em tudo o que eles fazem”.

As telas produzidas pelos alunos durante a oficina Cultivando Arte foram selecionadas e transformadas em cartões postais utilizados na campanha de captação de recursos 2018/19 do Tributo ao Futuro, que vai até o dia 30 de novembro.


O objetivo da Oficina era que os alunos transmitissem por meio da arte um pouco do seu cotidiano no Baixo Sul da Bahia

 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital