12h30

Instituições que integram o PDCIS conquistam novas parcerias

Braskem, Itaú Social e Fundação Banco do Brasil estão na lista de apoiadores

Compartilhe
Tamanho do texto

Parcerias firmadas em prol do fortalecimento de ações educacionais e socioambientais que beneficiam centenas de adolescentes e famílias produtoras do Baixo Sul da Bahia. Assim se iniciou o ano de 2019 para as instituições que fazem parte do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), iniciativa criada em 2003 e coordenada pela Fundação Odebrecht.

Convênios firmados beneficiarão jovens e suas famílias
no Baixo Sul da Bahia

A Organização de Conservação da Terra (OCT), uma das executoras do PDCIS, foi selecionada pelo Programa Ecomudança, do Itaú Unibanco com o Instituto Ekos Brasil, para receber apoio. A partir dessa parceria, a OCT implantará duas estufas solares comunitárias visando a modelação de um novo sistema de secagem do cacau com base no uso de energia renovável. A OCT também receberá recursos da Braskem, que serão usados para restauração de 112 nascentes em 50 propriedades rurais na extensão do Rio Oricó, localizado no município baiano de Ibirapitanga. “Com mais esse apoio, consolidamos uma atuação integral no sentido da sustentabilidade socioeconômica e ambiental para as comunidades”, comenta Joaquim Cardoso, Diretor Executivo da OCT.

As Casas Familiares do Baixo Sul, que também fazem parte do PDCIS, receberão ao longo do ano recursos que ajudarão a viabilizar a formação dos estudantes. Na Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), um dos novos apoiadores é também o Programa Ecomudança, que possibilitará a implantação de quintais ecológicos - sistemas de manejo agrícola que reúnem, em uma mesma área, diversas espécies – em 12 propriedades rurais. “Serão implantados 7,5 hectares com cultivos alimentares como milho, feijão, mandioca, espécies frutíferas e hortaliças, além de um pequeno apiário para produção de mel e pólen”, comenta Rita Cardoso, diretora da Cfaf. 

Para custear despesas fixas – como alimentação e insumos para as aulas práticas dos estudantes – e a compra de um veículo para transportar os educadores durante visitas de acompanhamento aos alunos em suas propriedades, a Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I) contará em 2019 com patrocínio do Itaú Social. “Vemos esse apoio como a abertura de oportunidades, pois é um novo investidor para a Casa. Essa conquista fortalece nossa instituição”, comenta Francisvaldo Roza, diretor da CFR-I.

A Fundação Banco do Brasil (FBB), Fundação Telefônica Vivo (FTV) e Banco do Nordeste (BnB) integram a lista de parceiros da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN). A partir do convênio firmado com a FBB, a Casa Familiar recebeu o valor de R$ 77.025,44, que deverá ser usado até setembro de 2019 para a implantação de 20 Projetos Educativos-Produtivos (PEPs) de estudantes e aquisição de um veículo especializado para transportar insumos agrícolas. Receberá ainda o total de R$ 160 mil via FTV e BnB, montante que será utilizado para a compra de insumos agrícolas para os estudantes. “Esse reconhecimento é uma coroação do trabalho que realizamos. Somos vistos como uma instituição que visa o desenvolvimento da agricultura familiar”, comenta Quionei Araújo, diretor da CFR-PTN. 

“As parcerias firmadas contribuem para que jovens e famílias da zona rural do Baixo Sul da Bahia possam ter melhores condições de vida. Para a Fundação Odebrecht, é importante acompanhar e fazer parte de conquistas como essas, pois reitera o trabalho que fazemos em prol do desenvolvimento territorial sustentável”, salienta Beatriz Lepikson, responsável por Parcerias Sociais na Fundação Odebrecht. 
 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital