15h00

Agricultor é exemplo de conservação ambiental

Conheça a história de Isidório Gonçalves, produtor beneficiado pela OCT que vem se destacando no reflorestamento da sua propriedade

Compartilhe
Tamanho do texto

Isidório Gonçalves sorri e se apoia no tronco de uma árvore de mais de quatro metros de altura. Com orgulho, conta: “foi plantada por mim”. Aponta para mais cinco ou seis árvores próximas e, com o mesmo sorriso, diz que tem paixão em ver as plantas crescerem. 

Isidório Gonçalves ao lado da esposa, Cristina, e do filho,
Ricardo, na propriedade da família

Aos 48 anos, Gonçalves mora com a esposa, Cristina Magalhães, e os dois filhos, Talita e Ricardo Gonçalves, no município de Ibirapitanga, na zona rural do Baixo Sul da Bahia. Lá, tira o sustento da família basicamente da agricultura: cultiva uma variedade de produtos como cacau, seringueira, cravo, jabuticaba, limão e manga. Cria peixes e galinhas e, além de tudo isso, também busca conservar o meio ambiente. “Há mais de vinte anos eu planto árvores na minha propriedade. Acredito que temos que compensar o que tiramos da natureza”, reflete. 

Desde 2016, o agricultor familiar passou a ser um dos beneficiários da Organização de Conservação da Terra (OCT) – instituição apoiada pela Fundação Odebrecht por meio do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS) - a partir do Programa Produtor de Água de Ibirapitanga, iniciativa realizada em parceria com a Prefeitura Municipal e que visa incentivar a preservação da água. “Esse é um exemplo de pequeno produtor, que a seu tempo e possibilidades, já vinha fazendo um processo de restauração. Não tinha a técnica correta, mas tinha muita força de vontade e interesse em ver sua propriedade prosperar e ao mesmo tempo preservar a natureza. Quando apresentamos a proposta de restauração florestal, ele ficou muito feliz e se comprometeu em cuidar. Hoje, a área restaurada está toda coberta e protegendo a nascente da propriedade”, explica Alexsandro Quaresma técnico da OCT que atuou na propriedade de Gonçalves.

Na propriedade de Gonçalves, a OCT começou também um trabalho de recuperação da sua nascente, reflorestando a área com espécies arbóreas nativas da Mata Atlântica e ajudando a água a brotar novamente na nascente do agricultor. Para o produtor, ações como essa ajudam a despertar a consciência ambiental de cada vez mais agricultores. “As pessoas acompanham o trabalho que vamos fazendo para preservar a natureza e todo mundo acaba incentivado. Se eu tivesse mais áreas, plantaria em tudo. A árvore cresce e a gente passa a trabalhar embaixo dela, não tem problema”, comenta.
 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital