11h00

Representantes da ICN, Pro Natura e UFRRJ visitam Baixo Sul da Bahia

Objetivo foi conhecer de perto as instituições executoras do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS)

Compartilhe
Tamanho do texto

Entre os dias 27 e 28 de maio, representantes da Itaguaí Construções Navais S.A. (ICN), Pro Natura e Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) estiveram no Baixo Sul da Bahia para conhecer de perto o trabalho das instituições executoras do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), criado em 2003 e coordenado pela Fundação Odebrecht. 

A visita foi um desdobramento da participação da Fundação na 2ª edição do Workshop Polo Tecnológico do Mar - realizada em abril em Itaguaí, região metropolitana do Rio de Janeiro, e promovido pela ICN -, durante o qual apresentou sua atuação e como a estratégia de promover o desenvolvimento territorial sustentável na região do Baixo Sul se materializa a partir do PDCIS. O objetivo do novo encontro foi aprofundar a troca de experiências entre o programa social e o Polo, projeto da ICN localizado na Baía de Sepetiba, em Itaguaí (RJ), e que visa buscar soluções sustentáveis e sinérgicas entre indústrias presentes no local e a comunidade do entorno.

Inspiração

Fundação Odebrecht apresenta desenvolvimento sustentável
Superintendente da Fundação Odebrecht apresentou o trabalho da instituição em reunião realizada em Salvador (BA)

Fabio Wanderley, Superintendente da Fundação, recebeu os visitantes no Escritório Odebrecht Salvador (EOBA), na capital baiana, onde dialogou sobre conquistas e desafios da instituição. “Atualmente, o foco está no aprimoramento do PDCIS, tendo como base o resultado da Avaliação de Impactos do nosso Programa. Estamos estudando formas de sistematizar o modelo dessa iniciativa, entendendo o seu potencial de transformar positivamente a vida dos beneficiários”, explicou.

Após o encontro na EOBA, o grupo seguiu para a sede da Organização de Conservação da Terra (OCT), localizada em Ibirapitanga, no Baixo Sul, onde assistiu a uma apresentação sobre o trabalho que a OCT realiza com agricultores familiares da região, estimulando práticas agroecológicas e a conservação dos recursos naturais. 

Conheceram também a Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN) e a Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), ambas em Presidente Tancredo Neves (BA), e conversaram diretamente com os beneficiários. Renata Silva, aluna do 3º ano da CFT-PTN, comentou sobre a importância compartilhar o modelo educacional da escola. “É gratificante receber a visita de pessoas que querem conhecer nossas atividades mais de perto. A Casa se tornou um modelo de referência e isso faz com que outros jovens também possam ser apoiados de forma parecida. Acredito que, assim, estamos fortalecendo a agricultura familiar”, disse.

Para Vinicius Leite, coordenador de projetos da ICN, foi um momento rico de troca de experiências e inspiração. “O Polo Tecnológico do Mar objetiva a integração das ações já em andamento pelos diversos atores que atuam na Baía para desenvolver de forma sustentável as comunidades locais. Ao chegar no Baixo Sul, fiquei impressionado, principalmente com a desenvoltura e as expectativas dos estudantes da Casa Familiar. É muito interessante o orgulho que eles têm de pertencer ao campo e almejar dar continuidade ao trabalho das suas famílias. Queremos estimular isso na região onde atuamos”, pontuou.

visitantes conhecem escola rural executora do programa social da Fundação Odebrecht
Representantes da ICN, Pro Natura e UFRRJ em momento de integração com alunos da CFR-PTN


 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital