17h00

Fundação Odebrecht promove doação de livros para Casas Familiares

Junto ao Escritório Odebrecht Salvador, foram doadas 5.626 obras literárias que contribuirão para a formação de jovens agricultores

Compartilhe
Tamanho do texto

Para o escritor português José Saramago, “a leitura é, provavelmente, uma outra maneira de estar em um lugar”. No mês de setembro, os estudantes das Casas Familiares ganharam muitos novos lugares para ir por meio da literatura: em parceria com o Escritório Odebrecht Salvador, a Fundação Odebrecht realizou a doação de 5.626 livros para as escolas.

São obras nacionais, de meio ambiente, sustentabilidade, educação e cultura, além de exemplares das publicações que compõem a Tecnologia Empresarial Odebrecht (TEO). As doações foram divididas para a Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I) e Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), ONGs parceiras da Fundação Odebrecht para a realização do seu Programa Social, PDCIS – Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade.

Os livros ajudarão na formação de centenas de adolescentes, estudantes das Casas Familiares, conforme reforça Quionei Araújo, diretor da CFR-PTN. “Vamos aproveitar esse material principalmente nas aulas de literatura, é uma necessidade muito grande que temos. Eles também vão contribuir para nossas oficinas de leitura, onde temos uma premiação para os alunos que mais leem”, explica.

Recebimento dos livos doados para jovens apoiados
Danilo Carvalho e Quionei Aráujo (CFR-PTN) ao lado de Cristiane Nascimento (Fundação) durante entrega dos livros

Educação para o Desenvolvimento Sustentável

Para Cristiane Nascimento, responsável por Comunicação e Sustentabilidade na Fundação, viabilizar essa entrega é mais uma maneira pela qual a instituição reforça seu compromisso com uma formação de qualidade. “A promoção de uma Educação para o Desenvolvimento Sustentável é uma das nossas frentes de atuação. Entendemos que, a partir do ensino, podemos construir uma sociedade mais justa e com igualdade de oportunidades”, diz.

Marcelo Gentil, responsável pela Comunicação da Odebrecht S.A. na região Nordeste, explica que essa distribuição é também fruto de um desejo de compartilhar conhecimentos. “Temos um acervo diverso em nossa biblioteca em Salvador e por isso, decidimos doar as obras para instituições que pudessem fazer uso desse conteúdo”, afirma.

Além das Casas Familiares, a Universidade Federal da Bahia (Ufba), o Museu de Arte da Bahia (MAB) e o laboratório de livros raros do Mosteiro de São Bento também receberão publicações. “Fizemos um trabalho de separação dos itens por tema. Tudo foi classificado de que modo que a doação fosse segmentada para cada parceiro”, explica Gentil.
 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital