18h37

Cooperativa agrícola do Baixo Sul da Bahia comemora 20 anos com recorde de faturamento

Coopatan, instituição parceira da Fundação Odebrecht na realização do seu Programa Social, mostra a importância da agricultura familiar para o Estado

Compartilhe
Tamanho do texto
345 agricultores familiares compõem o quadro da cooperativa

Fundada por agricultores familiares em 18 de julho de 2000 com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Fundação Odebrecht, a Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), sediada no munícipio baiano que dá nome à instituição, chega aos seus 20 anos de atuação tendo muito o que comemorar. Somente em junho, foram produzidas mais de 330 toneladas de alimentos por 136 associados, que entregaram produção no mês, o triplo do alcançado no mesmo período do ano passado, além de um faturamento recorde no primeiro semestre do ano, superior a R$ 9 milhões.

Mais do que promover o desenvolvimento econômico do Baixo Sul da Bahia e o incremento de renda para os 345 cooperados que compõem o quadro da cooperativa, os bons resultados evidenciam que o modelo do cooperativismo pode dar certo quando existe o comprometimento dos associados e as condições necessárias para produção agrícola. “Mesmo em um momento de crise como o que estamos vivendo, nós conseguimos manter nossas entregas e isso traz confiança para a rede varejista, além de mostrar a qualidade e a força da agricultura familiar”, afirmou Juscelino Macedo, presidente da Coopatan e um dos fundadores da instituição.

Contribuindo de forma significativa com o abastecimento dos supermercados da Bahia, estado que abriga o maior número de propriedades rurais do país e cuja agricultura familiar é responsável por 70% dos alimentos consumidos, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a Coopatan comercializa 16 produtos, tanto in natura, a exemplo do aipim, abacaxi e abacate, como farinha de mandioca, beiju de tapioca e outras formas de beneficiamento. Com a banana-da-terra, carro chefe da casa, vendida de forma natural e em formato de chips, ganhou destaque após sua cotação de preço ter se tornado referência pela Federação da Agricultura e Pecuária (FAEB).

Marcos Pereira, agricultor cooperado há 17 anos, conta que os primeiros anos da Coopatan foram difíceis, mas que a união dos associados e a constante busca por novos parceiros e qualificação tornaram a cooperativa uma referência na região. “Fomos crescendo e mudando a nossa realidade. Nos tornamos grandes e temos ganhos reais”, afirmou. Atualmente com mais de 12 parceiros comerciais, entre eles o Grupo Big e Atacarejo, também participa de projetos como o Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à SDR. “Estamos muito felizes em completar 20 anos nos instrumentalizando e modernizando nossa base produtiva e agroindustrial, adquirindo equipamentos e nos preparando para um novo ciclo da maturidade empresarial, com a expansão de novos mercados”, ressaltou Macedo.

Parceira da Fundação Odebrecht na realização do PDCIS, programa social que promove o desenvolvimento territorial sustentável do Baixo Sul da Bahia desde 2003, a Coopatan vem conseguindo elevar significativamente os índices de produtividade na região ao oferecer orientação para o planejamento da produção e assistência técnica aos seus associados, sendo 100% agricultores familiares. “Ao trabalharmos sinergicamente com a comunidade local e instituições como a Coopatan, que vem mostrando ano a ano sua relevância para o crescimento de uma região de vulnerabilidades sociais, fortalecemos nosso programa na busca pela efetiva transformação na vida das pessoas”, disse Fabio Wanderley, superintendente da Fundação, ao parabenizar a cooperativa parceira pelas duas décadas de atuação.

A Banana da Terra Chips é um dos principais produtos comercializados pela Coopatan

Reconhecimentos da Coopatan

- Em 2015, passou a contar com uma nova fábrica de farinha de mandioca, sendo considerada à época a maior do Norte e Nordeste e uma das mais modernas do país.
- Desde 2017, possui o selo do Programa Empresa Amiga da Criança, da Fundação Abrinq, pelo seu comprometimento com a infância e adolescência.
- Em 2018, apresentou sua experiência na agricultura familiar no Terra Madre Salone del Gusto, em Turim, na Itália, que reuniu agricultores, chefs, acadêmicos e jovens de 150 países.
- Em 2020, virou referência de cotação da Banana da Terra pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia, ao lado de grandes players como JBS, Barry Callebaut e Blend Coffee.

 

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2020. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital