10h00

Coopatan seleciona startup em projeto de inovação

Após ação intitulada “Pitch Day”, cooperativa agrícola parceira da Fundação Odebrecht selecionou startup de São Paulo para desenvolver projeto piloto

Compartilhe
Tamanho do texto

A Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan) terá como aliada a startup eAgro, de São Paulo, na busca por melhorar a gestão da sua produção junto aos agricultores familiares cooperados. A escolha aconteceu logo após mais uma etapa do Ocyan Waves, iniciativa de inovação aberta da Ocyan, empresa do Grupo Odebrecht, em parceria com a Fundação Odebrecht. Intitulado Pitch Day, esse novo passo permitiu, no dia 2 de setembro, o encontro da cooperativa com três startups pré-selecionadas com o apoio da Innoscience, consultoria de inovação corporativa contratada.

Utilizando a tecnologia como forma de solucionar o desafio de gestão proposto pela Coopatan, a Innoscience filtrou sete startups que poderiam trazer sistemas inovadores para a cooperativa. Dessas sete, foram escolhidas três empresas mais aderentes ao perfil buscado pela cooperativa: além da vencedora eAgro de Ribeirão Preto, a Elysios, do Rio Grande do Sul; e PariPassu, de Santa Catarina.

Startup eAgro foi elecionada após realização do Pitch Day

Realizado em conferência virtual, o Pitch Day possibilitou que cada startup apresentasse em 15 minutos sua proposta para o desafio da cooperativa. Na sequência, os participantes – a equipe da cooperativa, da Fundação Odebrecht e da Innoscience – puderam tirar dúvidas. “Foi a primeira vez que estive presente em um Pitch Day. Pudemos ver ideias bastante inovadoras e jovens talentos mergulhados em atender aos nossos desafios. Essa é uma metodologia muito interessante e que nos permite observar diferentes soluções para o problema que levantamos”, comenta Louise Franco, responsável por Sustentabilidade na Fundação Odebrecht. 

As três empresas pré-selecionadas no Pitch Day ofereceram respostas para melhorar a gestão da produção por parte dos cooperados e otimizar o rastreamento dos produtos da Coopatan. De acordo com Juscelino Macedo, presidente da cooperativa, o objetivo da instituição é levar tecnologia para o campo de forma acessível. “Nossos associados estão em suas propriedades rurais e, muitas vezes, não têm acesso fácil à internet. Queremos um sistema que possa gerir a produção de forma offline e que esteja à mão dos agricultores em seus celulares. O Pitch Day foi muito enriquecedor. Selecionamos a startup que julgamos melhor ter se adaptado à nossa filosofia de trabalho”, afirma. 

A eAgro, startup de São Paulo selecionada pela Coopatan, já passou por um processo de imersão na história e rotina da cooperativa para melhor compreender seus desafios. Na sequência, se dedicou à criação de um projeto piloto que visa potencializar a rastreabilidade da produção da cooperativa e também auxiliar no processo de controles de produção e colheita junto aos agricultores familiares associados. Ao longo do mês de outubro, a empresa iniciou o desenvolvimento do piloto - um software com acesso por smartphone, computador e que funciona também no modelo offline, proporcionando o uso da ferramenta ao produtor sem acesso à internet, total ou parcialmente.

O projeto segue em acompanhamento pelas equipes da Fundação Odebrecht, Coopatan e Ocyan e está em fase de testes com 15 agricultores cooperados.

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2020. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital