Programa Social

PDCIS

A Fundação Odebrecht promove o desenvolvimento territorial sustentável a partir do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), cujo objetivo é transformar social, econômica e ambientalmente as condições de vida das pessoas do Baixo Sul da Bahia, região onde a Fundação concentra sua atuação.

Criado em 2003, o PDCIS articula o trabalho sinérgico de Organizações da Sociedade Civil (OSC) - entidades privadas com participação social para iniciativas de interesse púbico - e conta com o envolvimento da comunidade local, promovendo a transformação social com o incentivo à formação de uma geração de jovens protagonistas e multiplicadores de conhecimento para suas famílias e comunidades.

Navegue pela galeria de imagens abaixo:

As ações do PDCIS são voltadas à educação de adolescentes na zona rural, com formação ética e para valores, e estímulo ao protagonismo juvenil. O Programa também tem como foco o desenvolvimento econômico da região, valorizando o cooperativismo rural, com beneficiamento de produtos e justa comercialização; a conservação dos recursos naturais, com apoio direto a agricultores familiares no planejamento de suas propriedades e utilização de técnicas sustentáveis; e, ainda, a promoção da cidadania, incentivando o acesso a direitos e políticas públicas, por meio do engajamento e empoderamento de comunidades.

Atualmente, cinco instituições no Baixo Sul da Bahia são executoras do PDCIS: três escolas de Ensino Médio Integrado ao Técnico - Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I) e Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PNT) -; a Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan) e a Organização de Conservação da Terra (OCT). A coordenação da Fundação alia o fomento ao empresariamento – a Tecnologia Empresarial Odebrecht (TEO) é compartilhada com as instituições executoras –, com a qualificação da gestão, conformidade e captação de recursos.

Baseado no modelo de Governança Participativa, que envolve Poder Público (Governos Federal, Estadual e Municipais), iniciativa privada e sociedade civil, o PDCIS conta com diversos investidores sociais, como Braskem e Mitsubishi Corporation. Prezando pela Ética, Integridade e Transparência, essa união parte da premissa de que a atuação em rede é imprescindível para o alcance de resultados no terceiro setor, tendo como objetivo de contribuir para a formação de uma população responsável pelo próprio desenvolvimento sustentável.

Inspiração:

Diversas iniciativas já foram implementadas tendo o PDCIS como inspiração. No Equador, o Programa de Desarollo del Capital Humano, Productivo y Ambiental teve início a partir de uma parceria entre Fundación Lann Nobis, Odebrecht Equador e a Fundação Odebrecht. Em Angola, o PDCIS também foi base para o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Econômico-Social, uma parceria firmada entre o Governo de Lunda Sul e empresas locais. Já na Cidade do México, o Programa foi utilizado como referência para o Agarra el Hilo, fruto de um trabalho conjunto da Organização Odebrecht no México, da Petróleos Mexicanos (Pemex) e do Programa de Apoio à Comunidade e ao Meio Ambiente (PCMA).

Indicadores de desempenho

Em 2018:

12 mil pessoas e 370 comunidades beneficiadas direta e indiretamente

 

1.228 jovens formados e em formação nas Casas Familiares (desde 2006)

 

385 seminários e palestras realizadas pelos alunos das Casas Familiares

 

3.388 toneladas de alimentos produzidas

 

290 cooperados organizados, produzindo e comercializando

 

Faturamento anual de cooperados de cerca de R$ 14 milhões com a produção de alimentos

 

Desde 2012:

245 nascentes restauradas e/ou em recuperação em ações de reflorestamento

 

240 mil árvores plantadas

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital